domingo, 19 de junho de 2011

Cigarro.


Dias vão, dias vêm, uns em vão, outros nem
Quem saberá a cura do meu coração se não eu?
Não creio em santos e poetas
Perguntei tanto e ninguém nunca respondeu
Melhor é dar razão a quem perdoa
Melhor é dar perdão a quem perdeu

Composição - zeca baleiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário